Prótese Mamária

2 de dezembro de 2013 as 03:24

colocar-silicone-bh-mamoplastia-implante-bh

 

Não há dúvida sobre a grande importância dos seios para a beleza corporal da mulher, eles são um claro símbolo da identidade feminina. É por isso que as operações de mamoplastia ou cirurgia de mama são as mais frequentes. Muitas pacientes portadoras de hipomastia (mamas pequenas) ou amastia (ausência de mama) têm se beneficiado com o implante de prótese de silicone.

A mamoplastia de aumento refere-se a um procedimento cirúrgico que tem o objetivo de aumentar o volume das mamas, por meio de inserção de próteses. Esse procedimento é mais indicado em casos de amastia, hipomastia e no desejo das pacientes em terem mamas mais volumosas.

A mamoplastia de aumento trata, eventualmente, pequenas ptoses (queda da mama). Quando realizada a inserção de prótese, há também uma correção do defeito secundário à mastectomia, devido ao câncer de mama. É visível a grande procura nos últimos anos pela mamoplastia de aumento. O motivo que tem levado as mulheres a procurarem essa cirurgia é norteado pela busca da melhor qualidade e segurança das próteses e ao pequeno tamanho das cicatrizes resultantes.

Todas as próteses são confeccionadas com silicone. O material é inorgânico e inerte, comprovadamente biocompatível. Essas próteses têm um revestimento de silicone com superfície lisa ou texturizada, preenchida de silicone na forma de gel de alta coesividade (não extravasa).

Cada caso demanda uma forma de prótese, sejam elas redonda, anatômica, de perfil alto, baixo, moderado ou natural e volume entre 40 e 600 ml. Mas a escolha da prótese ideal é discutida e explicada para o paciente no momento da consulta. Dentre os fabricantes de implantes de melhor qualidade estão a McGhan®, Silimed®, Sebbin®, Cui® e Mentor®. Existem também as próteses infláveis, que possuem uma válvula e são preenchidas com solução salina. Estas carecem de algumas melhorias para obterem resultados mais satisfatórios às pacientes.

Para esclarecer maiores dúvidas, leia com atenção as orientações a seguir e também as prestadas pelo cirurgião assistente.

Orientações Gerais

  • A partir do momento em que você estiver certo em realizar a cirurgia, procure marcar a data com a maior antecedência possível. Assim, toda a nossa equipe poderá se preparar em função da data pré-agendada.
  • Sempre que você tiver dúvidas, esclareça-as, e não deixe de marcar retornos ao consultório.
  • Para que na data da cirurgia os exames ainda estejam recentes, todos os pedidos de exames laboratoriais são feitos com antecedência, no limite máximo de 30 dias. Desta forma, qualquer alteração pode ser diagnosticada e tratada.
  • Junto com o pedido de exames laboratoriais, é solicitada também a avaliação de risco cirúrgico, que pode ser realizada por um de nossos cardiologistas.
  • O paciente também deve marcar uma consulta com a nossa psicóloga, mas este benefício fica a critério de cada paciente. Depois de marcada, a consulta com a psicóloga deve ser realizada entre 15 e 30 dias antes da cirurgia e avaliação objetiva, orientação e preparo psicológico para o pré e pós-operatório.
  • Os medicamentos e materiais prescritos na receita também devem ser adquiridos com antecedência, sendo importante levá-los no dia da cirurgia.

Técnica Cirúrgica

O procedimento a ser realizado será discutido com a paciente previamente. Durante a operação, o cirurgião adotará a técnica que mais se adequa ao tipo da mama e textura do tecido corporal. Durante o ato operatório o cirurgião pode até variar algumas táticas necessárias, tudo para garantir o melhor resultado. Após a cirurgia, as cicatrizes podem ser horizontal, vertical, periareolar ou axilar, dependendo do procedimento.

A prótese mamária pode ser colocada no retro-muscular ou retro-glandular, com vias de acesso periareolar, vertical, transversal no sulco mamário e pelas axilas, com o auxilio de uma microcâmera.

Nossa preferência é a colocação retro muscular, que apresenta menor incidência de contratura capsular, maior naturalidade, fornece menor peso sobre a pele da mama e oferece melhor visualização dos exames de imagens, como a mamografia, ultrassom e cintilografia. Nossa clínica também dá preferência a incisão periareolar.

Normalmente, a cirurgia de prótese de mama dura entre 60 a 120 minutos. Quando há a remoção de pele excedente, o tempo pode ser um pouco maior.
As pacientes que querem uma melhor aparência das mamas flácidas devem avaliar a possibilidade de outra cirurgia, a mastopexia. Isso porque a prótese só melhora a queda das mamas e casos de flacidez muito discreta.

Anestesia

Nossa clínica utiliza a anestesia peridural alta com sedação, que é aplicada pelo nosso anestesiologista de ampla experiência com a técnica. A vantagem desta anestesia é que ela não provoca irritação na garganta e quase não produz vômitos. Somente em casos excepcionais é que utilizamos a anestesia local ou geral. Durante o período que o paciente estiver na clínica, é monitorado pelo anestesista, o que é de suma importância para a realização de nossas cirurgias.

Internação

Em mais da metade dos casos os pacientes recebem alta no mesmo dia, após um período de observação mínimo de oito horas, após a cirurgia.

Veja também!

cirurgiao plastico