Lipoaspiração

2 de dezembro de 2013 as 03:23

lipo-bh-lipoaspiracao-bh-plastica-barriga

 

A lipoaspiração é consiste em aspirar o excesso de gordura de uma determinada região do corpo. O procedimento é indicado para gorduras localizadas, que não são eliminadas com o tratamento dietético. Realizando a lipo, o paciente consegue ter uma modelação de algumas áreas do corpo, como o abdome, culotes, dorso, quadril, cintura, sub-mento, coxa, entre-coxa e braços. É possível também aspirar gorduras de certas áreas usando-a como preenchimento de depressões em outras partes do corpo. Esse procedimento é conhecido  como lipoenxertia.

Quando grandes volumes de gordura são aspirados, chama-se de mega-lipoaspiração, que é mais indicada para casos excepcionais, quando o tratamento dietético deixa grande acúmulo da gordura em áreas específicas do corpo.

Não é aconselhável aspirar mais de 5% do peso corporal. Para realizar o procedimento, são utilizadas várias técnicas, por meio de vibrolipo-aspirador, lipoaspirador ultrassônico, a laser ou a lipoaspiração convencional. Resumidamente, a lipoaspiração é um tratamento de modelagem corporal e não de emagrecimento. Ela pode ser usada em certos casos como coadjuvante, mas nunca como tratamento principal.

As cicatrizes da lipoaspiração são bem pequenas, cerca de 8 mm. A quantidade depende do número de locais lipoaspirados, mas todas serão descritas pelo cirurgião no ato da consulta. Na recuperação, os pontos externos simples são retirados entre o 5º e o 10º dia. A cola, utilizada em alguns casos, desaparece a partir do 10º até o 30º dia.

Dependendo do número de áreas a serem aspiradas e do volume total aspirado, o tempo da cirurgia varia. Mas geralmente, uma lipoaspiração pequena dura cerca de 30 minutos, uma lipo média de 60 a 90 minutos e uma lipo grande entre duas a três horas. As pequenas lipoaspirações são realizadas a nível ambulatorial e o paciente pode receber alta cerca de 1 hora após a cirurgia. As de médio e grande porte demandam um período de observação de oito horas após a cirurgia, para efetivação da alta.

Para esclarecer maiores dúvidas, leia com atenção as orientações a seguir e também as prestadas pelo cirurgião assistente.

Orientações Gerais

  • A partir do momento em que você estiver certo em realizar a cirurgia, procure marcar a data com a maior antecedência possível. Assim, toda a nossa equipe poderá se preparar em função da data pré-agendada.
  • Sempre que você tiver dúvidas, esclareça-as, e não deixe de marcar retornos ao consultório.
  • Para que na data da cirurgia os exames ainda estejam recentes, todos os pedidos de exames laboratoriais são feitos com antecedência, no limite máximo de 30 dias. Desta forma, qualquer alteração pode ser diagnosticada e tratada.
  • Junto com o pedido de exames laboratoriais, é solicitada também a avaliação de risco cirúrgico, que pode ser realizada por um de nossos cardiologistas.
  • O paciente também deve marcar uma consulta com a nossa psicóloga, mas este benefício fica a critério de cada paciente. Depois de marcada, a consulta com a psicóloga deve ser realizada entre 15 e 30 dias antes da cirurgia e avaliação objetiva, orientação e preparo psicológico para o pré e pós-operatório.
  • Os medicamentos e materiais prescritos na receita também devem ser adquiridos com antecedência, sendo importante levá-los no dia da cirurgia.

Técnica Cirúrgica

A técnica será discutida previamente com você. No ato operatório, o cirurgião empregará a que melhor se enquadra ao seu caso especificamente, sendo que durante a operação o cirurgião poderá variar com táticas que se fizerem necessárias para um melhor resultado. O tempo real de cirurgia pode variar entre 30 e 180 minutos.

Anestesia

A anestesia que usamos é a peridural, com sedação. Esta é efetuada pelo anestesiologista de nossa equipe que tem larga experiência com esta técnica. A vantagem deste tipo é não causar irritação na garganta e não produzir vômitos. Em casos específicos, utilizamos a anestesia local ou anestesia geral. Outro procedimento de vital importância em nossas cirurgias é o paciente ser monitorado pelo anestesista durante todo o período cirúrgico.

Internação

Em mais da metade dos casos os pacientes recebem alta no mesmo dia, após um período de observação mínimo de oito horas, após a cirurgia.

Veja também!