Blefaroplastia

2 de dezembro de 2013 as 03:21

A blefaroplastia é uma cirurgia estética que inclui a reparação de pálpebras caídas, removendo o excesso de pele, músculo e gordura. O tratamento tem três tipos: blefaroplastia superior, que trata as pálpebras superiores; blefaroplastia inferior, que trata as pálpebras inferiores e blefaroplastia total, que trata ambas. Em quase todos os casos, a cirurgia é bilateral (trata ambos os lados). A blefaroplastia é um procedimento que rejuvenesce a região dos olhos, retira a expressão cansada e proporciona uma aparência mais jovial.

 

1. Qual tipo de anestesia é usado?

 

Usamos a anestesia local, aplicada pelo cirurgião e precedida por sedação venosa, que é feita pelo anestesiologista de nossa clínica.

 

2. Há possibilidade de complicações? Quais?

Raramente há complicações nesse procedimento. Geralmente, o ectrópio associado à retirada excessiva de pele, principalmente da pálpebra inferior, além de ser bastante raro. É possível a conjuntivite ocorrer, porque ela é normalmente de origem traumática e cede espontaneamente. Os hematomas já são pouco frequentes e a infecção raramente acontece.

 

3. Quais cicatrizes ficam?

As incisões da blefaroplastia são feitas horizontalmente e levemente arqueadas nas pálpebras superiores e inferiores. Esse procedimento é extremamente favorável a uma boa cicatrização, porque fica em regiões onde há sulcos naturais (pálpebras superiores) ou na borda dos cílios (pálpebras inferiores).

 

4. Quanto tempo dura a cirurgia?

Cerca de 45 e 90 minutos. Em blefaroplastias totais, pode ser que esse tempo se estenda um pouco.

 

5. Quanto tempo o paciente fica internado?

Em quase todos os casos, o paciente recebe a alta no mesmo dia da cirurgia, após um período de observação de duas a seis horas depois da cirurgia. O paciente tem a opção de escolher ficar na sala de recuperação ou em um apartamento.

 

6. Como é o curativo?

Não é preciso tapar o as incisões, elas recebem apenas a aplicação de gazes umedecidas com Soro Fisiológico gelado, que deve ser feita durante 48 horas, várias vezes ao dia. Esse processo enfraquece o edema (inchaço) e as equimoses (manchas). Para obter maiores informações, o paciente pode ler o seu Manual de Cuidados Pré e Pós-Operatórios.

 

7. Depois de quanto tempo os pontos podem ser retirados?

 

A retirada dos pontos externos simples é feita entre o 3º e 5º dia, já dos pontos intradérmicos é entre o 5º e 7º dia. No entanto, o paciente estará sem qualquer ponto até o 7º dia.

 

8. Como é a fase pós-operatória?

 

É bastante comum o edema (inchaço) e as equimoses (manchas) da região operada, que são muito discretos e transitórios, terem uma regressão gradativa durante sete dias. A ocorrência de dor é excepcional.

 

9. Após a cirurgia, tem alguma restrição de atividades?

Após a blefaroplastia, não é necessário alterara grandes atos em seu dia a dia. Nas primeiras 48 horas você deverá manter apenas um repouso ocular. A maioria dos pacientes retorna ao trabalho ou estudos quando há regressão do edema e das equimoses.

 

10. De que maneira o resultado evolui?

Após a fase de edema e equimoses, o paciente já pode perceber melhorias em sua expressão. Com o passar dos dias, a melhoria das cicatrizes tornará mais natural. O resultado definitivo deve ser aguardado entre o 3º e 6º mês.

Veja também!