Tirando o medo da cirurgia plástica

29 de outubro de 2018 as 23:08

cirurgia-plasticaMuitos dos medos relacionados à cirurgia plástica ocorrem devido aos casos de procedimento malsucedidos que são divulgados pela mídia com frequência.

E é exatamente nesse ponto que a mídia se torna injusta, porque enquanto isso, as cirurgias plásticas bem-sucedidas quase não são divulgadas. Ao menos que alguns dos famosos se sintam à vontade para falar a respeito, o que nem sempre ocorre.

Outro receio oculto de quem adia a cirurgia plástica por medo é o de não se recuperar a tempo de voltar às atividades normais e ao trabalho.

Mas isso pode ser resolvido apenas organizando as agendas, tanto que muitos optam por fazer o procedimento durante o mês de férias, assim se recuperam melhor e podem descansar sem preocupação.

Aqui estão quatro fatores que podem ajudar a tirar o medo de ter uma cirurgia plástica:

1. Informação é poder

A citação popular “a única coisa que temos a temer é o próprio medo” é muito aplicável para pacientes que consideram a cirurgia plástica hoje. No passado, muitas pessoas optaram por evitar procedimentos de cirurgia plástica, mesmo quando realmente queriam.

Agora, com a vasta quantidade de informações disponíveis na Internet, os pacientes podem encontrar estatísticas tranquilizadoras sobre a segurança desses procedimentos, especialmente quando feitos por um cirurgião plástico certificado.

2. Decisões

Todos os dias as pessoas tomam decisões que não têm medo de fazer; o que pedir do cardápio, o que vestir para trabalhar, que filme para assistir. A maioria deles não é complicada. Escolher um cirurgião plástico é obviamente mais complicado e importante do que muitas dessas decisões do dia a dia.

Uma ótima maneira de começar é certificar-se de que o cirurgião é experiente e certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Durante a consulta inicial, o cirurgião responderá a qualquer pergunta e explicará o procedimento, o tempo de recuperação e conversará com o paciente sobre os resultados.

O conhecimento e a experiência do cirurgião podem ser de grande ajuda para os pacientes no processo de tomada de decisão.

3. Resultados naturais são os melhores resultados

Um bom cirurgião plástico tem um excelente senso de estética e a capacidade de fornecer resultados bonitos e naturais. Os pacientes costumam expressar seus medos de que parecerão “feitos”.

Mas um cirurgião talentoso ouvirá atentamente os objetivos de cada paciente. Eles discutirão as expectativas do paciente e se certificarão de que sejam realistas.

O objetivo do cirurgião é aumentar a beleza natural, não transformar um paciente em alguém irreconhecível”.

4. O compromisso de tempo não é tão extenso quanto à maioria dos pacientes pode pensar

Todos no mundo de hoje estão pressionados pelo tempo. As pressões do trabalho e da família afetam o cronograma diário.

Alguns pacientes dizem que, embora realmente queiram fazer um procedimento, têm medo de não conseguir “tempo” necessário para o procedimento e para a recuperação.

Depois de uma consulta inicial com um cirurgião plástico, muitos desses mesmos pacientes ficam surpresos que o tempo de recuperação é muito menor do que o esperado.

A grande maioria dos procedimentos de topo não requer um pernoite e muitos pacientes podem voltar ao trabalho (com certas limitações) em questão de dias.

E quando eles consideram que a melhoria que estão buscando é algo que pode melhorar a qualidade de suas vidas, eles percebem que a quantidade mínima de tempo necessária para se dedicar à recuperação vale a pena em longo prazo.

E você quer esclarecer outras dúvidas para superar de vez o medo da cirurgia plástica? Entre em contato com a nossa equipe e agende uma consulta.

Nosso telefone é o (31) 3291-0108, ou se preferir acesse o nosso site: http://www.luciogama.com.br/clinica/

 

Veja também!