Quais são os tipos de cirurgia de mama que existem?

28 de agosto de 2019 as 20:17

Cirurgia de mamaDependendo do objetivo, existem vários tipos de cirurgia de mama, sendo possível aumentá-los, diminuí-los, levantá-los e até mesmo reconstruí-los, nos casos de remoção da mama devido a câncer da mama, por exemplo.

 

Neste texto, vamos mostrar alguns dos tipos de cirurgia de mama e quais são as suas finalidades: Acompanhe!

Opções de cirurgia de mama

Cirurgia de mama tipicamente pode ser dividida em quatro categorias gerais:

 

1. Mamoplastia de aumento

 

Mamoplastia de aumento é realizado para melhorar a aparência, tamanho e contorno dos seios da mulher. Esse procedimento é um dos mais conhecidos e desejados pelas mulheres.

 

O aumento do peito é realizado com implantes que podem ser colocados sobre ou sob o músculo peitoral. A incisão pode ser colocada na axila (axila), aréola ou mama inferior.

 

Mamoplastia de aumento é um procedimento relativamente simples. Porém, como em qualquer cirurgia, alguma incerteza e risco estão associados à cirurgia de aumento de mama.

 

Conheça suas preocupações e expectativas. Revise os benefícios, riscos e alternativas. Procure consulta com um cirurgião plástico certificado.

 

2. Mamoplastia redutora

 

Seios grandes e pesados podem ser desconfortáveis. O excesso de peso pode causar dor no pescoço, nas costas, irritação da pele, dormência ou fraqueza.

 

A redução de mama é conhecida como mamoplastia redutora. O procedimento envolve a remoção do excesso de pele, gordura e tecido glandular.

 

Com este tipo de cirurgia de mama, as cicatrizes podem ser extensas. Sensação mamária normal, sensação mamilo-aréola e produção de leite são geralmente preservadas.

 

O procedimento de mamoplastia redutora, reduz a aparência, volume e contorno da mama, preservando a sensação e a função da mama. Após a cirurgia de redução das mamas, as mulheres relatam uma melhora significativa em seus sintomas.

 

3. Mastopexia para levantar os seios

 

Muitas mulheres sofrem com o aspecto flácido de seus seios após certa idade, ou mesmo depois da amamentação.

 

Outras mulheres sofrem com a flacidez dos seios após terem perdido um excesso grande de peso. Para esses casos, a cirurgia para levantar a mama é a mastopexia.

 

Essa cirurgia deve ser realizada com supervisão médica e em um local especializado nos procedimentos de mastopexia.

 

Vale lembrar que a cirurgia da mastopexia não vai alterar (aumentar ou diminuir) o tamanho dos seios. Esse tipo de procedimento só pode ser feito com a cirurgia de aumento ou de redução de mama.

 

3. Cirurgia para reconstrução dos seios

 

A cirurgia de reconstrução é indicada para dar uma melhor aparência aos seios, que geralmente passaram por redução, devido aos casos de câncer, ou que possuem má formação.

 

A chamada cirurgia de reconstrução mamária acontece com intervenções plásticas que buscam a simetria ideal e a reconstrução da forma e da aparência dos seios.

 

Vale lembrar que as mulheres que passaram por mastectomia (redução completa dos seios, geralmente em casos de câncer de mama), não terão necessariamente a mesma aparência dos seios que tinham antes. Contudo, a cirurgia de reconstrução de mama auxilia bastante na volta dos seios, e também da autoestima.

 

Quando ocorrem complicações pode ser necessário ir no bloco para corrigir o problema, porém, só o cirurgião consegue avaliar e informar qual a melhor forma. Saiba mais sobre os possíveis riscos das cirurgias plásticas.

Veja também!

cirurgia plastica