Mastopexia: entenda sobre este procedimento que melhora a autoestima da mulher.

11 de agosto de 2016 as 14:35

mastopexiaÉ nítida a insatisfação de muitas mulheres em relação a questão dos seios, principalmente quando a mama se encontra com flacidez. No entanto, há um procedimento que alcança resultados extremamente positivos, tornado os seios novamente rígidos e firmes, como antes, elevando a autoestima das mulheres que até então encontravam-se descontentes. Se trata da mastopexia, um procedimento estético reparador das mamas.

Ação do tempo resulta em queda das mamas

É bem comum que com o passar dos anos, ocorra uma pequena queda dos seios. Ela também se acelera no caso da gravidez, que resulta muitas vezes na flacidez, uma vez que a pele que envolve o seio diminui o volume.

Quando a mastopexia é indicada?

Quadros onde a mulher se encontra com seios assimétricos e mamas flácidas são os mais indicados para o procedimento de mastopexia. Há também situações que a questão da flacidez é decorrente da gravidez e emagrecimento (sobretudo em pessoas obesas), que também podem usufruir do procedimento.

Na verdade, qualquer situação cuja a aparência dos seios necessite de correção estética, a cirurgia plástica de mastopexia pode ser indicada, desde que seja feita uma avaliação minuciosa na paciente por parte do médico cirurgião e seja constatada a necessidade real de fazê-la.

Procedimento

A cirurgia para levantar os seios possui diferentes maneiras de se fazer a incisão, cabendo sempre o diálogo entre a paciente e médico para a escolha mais adequada. A mais comum é a “técnica da cicatriz limitada”, que se trata de uma incisão feita ao redor da auréola, após a aplicação da anestesia.

Posteriormente, outro corte é feito verticalmente, chegando até a dobra abaixo do seio. Um terceiro corte é feito depois, horizontalmente, sempre desenhando naturalmente o contorno do seio.

Após a cirurgia, é preciso repouso de no mínimo 20 dias e ficar sem dirigir por pelo menos 1 mês, variando do organismo.

Veja também!