Lipoaspiração: quais são os benefícios e riscos da cirurgia?

23 de abril de 2018 as 23:06

lipoA lipoaspiração, também chamada de lipo, é um tipo de cirurgia estética que rompe e “suga” a gordura do corpo. Geralmente é feito no abdômen, coxas, nádegas, pescoço, queixo, parte superior e parte de trás dos braços, panturrilhas e costas. A gordura é removida através de um instrumento conhecido como cânula que é inserida sob a pele do paciente.

Abordaremos nesse artigo alguns pontos importantes sobre a cirurgia.

 

Quem é o melhor candidato à lipoaspiração?

 

Um bom candidato precisa ser saudável o suficiente para se submeter a esse tipo de cirurgia. Por exemplo, pacientes que têm uma história de distúrbios de imunodeficiência, coágulos sanguíneos, embolia pulmonar e afins, terão risco aumentado de complicações médicas durante a cirurgia.

A melhor maneira de determinar se você é um bom candidato é consultar um médico cirurgião certificado.

 

Quais os benefícios da lipoaspiração?

 

Mais e mais pessoas estão se voltando para lipoaspiração para ajudar a alcançar seus objetivos estéticos. Os pacientes se beneficiam mental e fisicamente da lipoaspiração. Na verdade, a cirurgia tornou-se um dos mais populares procedimentos cirúrgicos no mundo, porque é uma maneira segura e eficaz para remover gordura e celulite em seu corpo.

Os benefícios da cirurgia incluem:

  • remoção segura de gordura;
  • redução da celulite ou melhora no aparecimento da celulite;
  • melhoria da saúde, geralmente associada à perda de gordura;
  • muda a maneira como você olha e o modo como os outros o percebem;
  • impulsiona a autoestima.

 


 

E quais os riscos da lipoaspiração?

 

Agora, é muito importante lembrar que a cirurgia plástica ainda é uma cirurgia, portanto, há muitos possíveis riscos envolvidos na realização do procedimento. Enquanto alguns parecem moderados, outros são certamente muito sérios e podem levar a efeitos colaterais que ameaçam a vida. Portanto, qualquer pessoa interessada em se submeter à lipo deve conhecer os riscos envolvidos.

Os seguintes riscos, efeitos colaterais desagradáveis ​​ou complicações são possíveis:

 

  • Hematomas graves: isso pode durar várias semanas.
  • Inflamação: o inchaço pode levar até 6 meses para se estabilizar e o fluido pode continuar a vazar das incisões.
  • Dormência: a área afetada pode ficar dormente por um tempo, mas isso geralmente é temporário.
  • Infecções: raramente, uma infecção da pele pode ocorrer após a cirurgia de lipoaspiração. Às vezes isso precisa ser tratado cirurgicamente, com o risco de cicatrizes.
  • Punções de órgãos internos: isso é muito raro.

Depois da operação de lipoaspiração…

 

  1. Após a operação, o paciente pode sentir dormência em algumas áreas.
  2. Anestesia: aqueles que têm um anestésico geral geralmente passam a noite no hospital. Aqueles que tiveram um anestésico local podem sair do hospital no mesmo dia.
  3. Ligaduras de suporte: tanto um espartilho de suporte elástico como ataduras serão colocados na área alvo.
  4. Antibióticos: estes podem ser administrados imediatamente após a operação.
  5. Analgésicos: analgésicos podem ajudar a aliviar a dor e a inflamação.
  6. Pontos: o cirurgião irá remover os pontos em uma consulta de acompanhamento.

Mantendo os resultados

 

Exercícios podem ajudá-lo a curar mais rapidamente e tonificar os músculos circundantes de seus músculos abdominais.

Uma dieta saudável pode fazer uma tremenda diferença na manutenção dos resultados de sua abdominoplastia.

Para saber mais converse com os nossos cirurgiões sobre seus objetivos. Você receberá uma variedade de conselhos e dicas para ajudá-lo a manter seus melhores resultados.

Veja também!

cirurgia plastica